Bolsonaro vai ao cinema. Qual filme ele viu?

O presidente Jair Bolsonaro, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e Damares Alves tiveram um agenda difernte esta terça-feira (26.03). Foram a um shopping, em Brasília, para assistir a um filme em uma sessão exclusiva.

A assessoria do Park Shopping confirmou a presença presidencial, mas não divulgou o nome do filme. Sabe-se que o convite veio da Fox Filmes.

Michel Temer e Moreira Franco soltinhos

O desembargador Antonio Athié, do TRF2, determinou nesta 2ª a soltura do ex-presidente Temer, do ex-ministro Moreira Franco,e mais 6 pessoas.

Athié é o relator do pedido de liberdade protocolado pela defesa de Temer. O pedido, no entanto, seria julgado na 4ª feira, mas foi antecipado pelo desembargador.

Ele diz que verificou que “não se justifica aguardar mais 2 dias para decisão, ora proferida e ainda que provisória.”.

Malafaia ataca Eduardo Bolsonaro: ‘pare de falar asneira’

No fim de semana, repercutiu a notícia de que Eduardo Bolsonaro (PSL) criticou os brasileiros que vivem de forma ilegal no exterior. Disse o deputado: “vergonha para o Brasil”.

A declaração do deputado foi feita em Washington, quando comentava a possibilidade de o governo brasileiro isentar americanos da exigência de vistos para entrar no Brasil. Mas a mensagem não caiu bem para muita gente.

Depois disso, foi um aliado de Jair, o pastor Silas Malafaia, quem criticou o filho do presidente, pelo Twitter.

“EU SOU EXATAMENTE AO CONTRÁRIO DO QUE PENSA EDUARDO BOLSONARO. Não tenho vergonha dos brasileiros ilegais que estão em diversas nações poderosas. Não são vagabundos nem pilantras, pelo contrário, trabalhadores que foram tentar a vida fugindo do desemprego. ISSO É A MAIORIA DELES!”

Alem disso, o Malafaia completou a crítica:

“O FILHO DO PRESIDENTE, Eduardo Bolsonaro, ajudaria muito mais ao governo do seu pai, parando de falar asneira. Poderia ter ficado de boca fechada na questão dos imigrantes ilegais brasileiros. Não conhece a realidade da questão. A maioria, quase que absoluta, vai para trabalhar”.

Portanto, o duelo está armado.